10 junho 2008


Ontem toquei a terra que sou. Escutei-me, senti-me em caminho, passo a passo, avancei! Hoje quero continuar a caminhar, continuar!
Levantei-me e acredito que Deus me chama a ir mais além. Quero aprender a lidar com esta tensão que sinto cada dia: parar ou avançar: desistir ou acreditar: acomodar-me ou lutar: olhar apenas para mim ou levantar o meu olhar para Deus que me leva ao irmão, à irmã que vivem ao meu lado e além-mar! Quero entender este movimento que me abraça e me faz viver. Quero aprender a conciliar tudo o que é humano e horizontal na minha vida com o que há de divino em mim e em toda a criação. Quero sentir o abraço de Jesus Cristo que me ensina a amar e abraçar a sua cruz que é caminho de vida. Tenho em mim uma capacidade incrível de ultrapassar limites, porque me reconheço limitada, e é aí que está a minha força. A exemplo de S. Paulo quero avançar para meta que é Cristo pelos caminhos do mundo, da humanidade, da vida. Passo a passo, lado a lado quero aprender a viver em paz, que é tensão entre duas terras: a terra que já percorremos (Crisma) e aquela para onde somos chamados, mas para isso é sempre necessário fazer algo.